Estratégias de gestão de base comunitária para a conservação da diversidade biocultural

Como trabalhamos

O consórcio COMBIOSERVE é una colaboração entre comunidades, organizações da sociedade civil e instituições de pesquisa operando em três áreas de estudos de caso: México, Brasil e Bolívia. O consórcio desenvolverá um conjunto de ferramentas de métodos de pesquisa inovadores e diversificados para avaliar a eficácia das estratégias de gestão de base comunitária. Explorará as possibilidades da pesquisa colaborativa, adaptando métodos de pesquisa relevantes e replicáveis, e enfoques para produzir protocolos inovadores de pesquisa comunitária participativa.
 

 

Os pesquisadores comunitários, na medida do possível, ajudarão a desenvolver e aplicar uma diversidade de métodos de pesquisa social e biológica. Nestes casos, a coleta e análise dos dados serão realizadas em estrita colaboração entre estes pesquisadores, as organizações comunitárias e cientistas das instituições europeias e latinoamericanas. Estes enfoques participativos:
 

  • Assegurarão que as atividades do projeto serão processos totalmente de propriedade comunitária;
  • Garantirão monitoramento efetivo e de longo prazo de iniciativas de conservação comunitária; e
  • Promoverão a transferência de conhecimento.
  • O trabalho de pesquisa do projeto está subdividido em cinco Pacotes de Trabalho.

 

 

Pacote de Trabalho 2: Análise da Diversidade Biológica e sua Implementação para o Monitoramento Comunitário
Instituição responsável:  Instituto de Ecología, A.C (México).
Utilizando um enfoque de co-investigação, esta parte da pesquisa identifica os recursos biológicos e processos ecológicos chaves que são importantes para avaliar o êxito das iniciativas de conservação comunitária em cada local de estudo. Colaboram com pesquisadores locais para estabelecer um monitoramento comunitário dos recursos biológicos e processos ecológicos considerados importantes pelas mesmas comunidades. Leia mais.

Pacote de Trabalho 3: Impactos das Mudanças no Uso do Solo e Conhecimento Tradicional no Manejo dos Recursos Naturais
Instituição responsável:  Universidade Estadual de Feira de Santana (Brasil).
Utilizando um enfoque de co-investigação, este pacote de trabalho avalia empiricamente a mudança de uso do solo através da análise de imagens via satélite, modelagem do Sistema de Informação Geográfica e mapeamento cultural participativo colaborativo. Baseando-se em modos interativos para documentar as classificações locais do da paisagem, as cosmovisões e as percepções da mudança de uso do solo, elucida os critérios próprios das comunidades para avaliar o sucesso das iniciativas de conservação local em cada local de estudo. Leia mais.

Pacote de Trabalho 4: Condições e Ameaças para o Manejo Comunitário dos Recursos Naturais
Instituição responsável:  Institute for Environmental Studies (IVM), VU, Universiteit van Amsterdam (Países Baixos).
Este pacote de trabalho aborda a interface entre a comunidade e seu ambiente institucional e socioeconômico mais amplo, e como este influencia na cooperação em nível comunitário. A pesquisa avalia a relação da comunidade com os atores formais e informais de governança (governamentais e não-governamentais), e o impacto que esta possui sobre a vontade e a capacidade da comunidade para auto-aplicação do uso sustentável dos recursos naturais. Leia mais.
 
Pacote de Trabalho 5: Conservação para Meios de Vida Resilientes e Adaptativos

Instituição responsável:  Instituto de Ciencias Ambientales y Tecnología (ICTA), Universitat Autònoma de Barcelona (Espanha).
Esta parte da pesquisa analisa a dependência dos meios de vida comunitários sobre os recursos naturais e os serviços ambientais, ao tempo que examina sua capacidade adaptativa histórica e presente, aos múltiplos fatores estressantes. Explora também como a adaptabilidade e resiliência individual e coletiva podem variar em relação às diferentes cenários políticos e de conservação. Examina o papel que a conservação com base comunitária pode desempenhar no reforço da capacidade adaptativa individual e familiar e resiliência sócio-ecológica face à evolução das condições econômicas, sociais e ambientais. Leia mais.

Pacote de Trabalho 6: Pesquisa Comunitária, Aprendizagem Mútua e Divulgação Participativa
Instituição responsável:  Global Diversity Foundation (Reino Unido).
Este pacote de trabalho opera para promover a co-investigação como modo preferencial de interação entre comunidades, organizações da sociedade civil e instituições de pesquisa, dentro do consórcio COMBIOSERVE e para além. Este enfoque está sendo desenvolvido no projeto mediante a concepção e adaptação de protocolos e ferramentas comunitárias para a pesquisa ecológica, social e etnoecológica. Os métodos 2 a 5 dos pacotes de trabalho serão selecionados e adaptados - em estreita colaboração com pesquisadores próprios comunitários - para uso na pesquisa de liderança comunitária e co-investigação sobre o tema de conservação com base comunitária e gestão da diversidade biocultural. Leia mais.


 

Share